O Desafio 21 Dias Sem Reclamar.

O Desafio 21 Dias Sem Reclamar.

Cérebro

O desafio 21 dias sem reclamar também pode ser adaptado para outros maus hábitos como por exemplo; falar palavrões e falar mal da vida alheia etc…

Reclamar está se tornando cultural tamanha é a naturalidade com que as pessoas reclamam o tempo todo, embora pareça um hábito que traz alivio em relação ao problema, na verdade reclamar com frequência faz com que a pessoa que reclama entre em um circulo vicioso de energia negativa e não perceba que a falsa sensação de controle em relação a pessoa ou situação a que direciona suas reclamações é uma ilusão.

   Apontar uma coisa que pareça “errada” sob o meu ponto de vista não me faz melhor que a pessoa  ou situação em questão, ficar observando coisas externas que nos incomodam não é nada além de pura perda de tempo, pois posso mudar apenas o que deriva de mim e depende se de mim, se não  é o caso e não faz nenhum mal direto o melhor é ignorar e direcionar a atenção para dentro, quais emoções e comportamentos em mim estão criando e trazendo tais situações para minha vida?

   As emoções negativas como tudo no  universo tem um padrão de onda, uma das formas de se liberar desta sensação é falando, falar dissipa a energia condensada que estava causando o peso interno e proporciona um alivio momentâneo, o problema disso é que mesmo sendo dissipada esta energia negativa vibra ao seu redor, parte dela pode prender no seu interlocutor e a outra parte acaba sendo reabsorvida por você mesmo e irá provocar a mesma sensação em outro momento, assim reclamar faz mal a quem reclama e a quem ouve as reclamações, o nível de absorção vai depender do grau de consciência que cada um tem a respeito do fato.

Por Um Mundo sem  Reclamações.

   O ato de reclamar, falar mal dos outros e falar palavrões vem do mesmo distúrbio emocional e produz o mesmo tipo de energia tóxica, eles vem de uma sensação interna de insatisfação profunda que pode se apresentar em maior ou menor grau em cada pessoa, tudo depende do grau de identificação que ela tem com o ego, e esse quadro se não observado e tratado a longo prazo pode levar a doenças como depressão, síndrome do pânico e em casos muito graves suicídio.

   Por outro lado desabafar pode ser uma forma eficiente de se livrar dessas energias negativas condensadas, mas para não se tornar uma reclamação a pessoa tem que ter consciência de que ela está apenas relatando um fato ocorrido que ela mesmo atraiu, de forma que aquilo é de total responsabilidade dela, a pessoa precisa ter a clareza do propósito de apenas soltar situações que estão incomodando e não de roubar energia alheia ou jogar sobre outro suas angustias e frustrações, ou pior achar que sabe a verdade dos outros e por isso tem o direito de julgar achando que o mundo deve seguir seus princípios.

O Desafio 21 Dias Sem Reclamar.

A ong “ Um Mundo sem Reclamações ” lançou o desafio  21 Dias Sem Reclamar, onde cada pessoa compra uma pulseirinha rocha onde está escrito “A Complaint Free World”, a pulseira serve de lembrete para a pessoa não reclamar, caso ocorra a reclamação, seja ela de que tipo for, a pulseirinha deve  ser trocada de braço com o objetivo de indicar ao cérebro uma mudança de padrão, o desafio é ficar 21 dias sem reclamar, sempre que a pulseira for trocada deve ser reiniciado o processo e a contagem começa novamente, veja mais informações sobre o desafio no video abaixo.

Reclamar Altera Negativamente o Cérebro Segundo a Ciência.

Steven Parton escreveu um artigo explicando um pouco sobre como o pensamento positivo transforma nossa atividade cerebral. Nossos pensamentos acontecem por meio de sinapses, ligações entre neurônios. A parte óbvia é que quanto menor a distância que os impulsos nervosos precisam percorrer, mais rápido os pensamentos serão formulados.

   E o nosso cérebro é capaz de se adaptar para facilitar o processo de ligação entre as sinapses as que usamos usamos mais frequentemente, desta forma a tendência é que o cérebro venha a produzir pensamentos sempre similares aos que temos normalmente, essa organização neural por frequência tem a capacidade de mudar o nosso cérebro fisicamente.

Desta forma se as ligações forem em sua maioria negativas podemos acabar caindo em uma rede de negatividade perigosa.

Como mudar esse padrão negativo?   

   Mas usando o principio de Parton podemos usar isso a nosso favor, do mesmo jeito que pode se instalar uma sucessão de pensamentos negativos o contrário também é possível, podemos fazer exercidos e treinar o cérebro de forma consciente a cultivar pensamentos positivos e assim criar uma onda de positividade e mudar o nosso cérebro para melhor, com o tempo esse trabalho fica automático e podemos acabar mudando o nosso destino ja que que é através da energia dos nosso pensamentos que moldamos o nosso destino.

   E como a dissipação da energia através da fala é um fato, logo quando falamos e propagamos mensagens de positividade as pessoas ao nosso redor vão absorvendo essa energia e criando também mais sinapses positivas, ao comunicarem-se a frente com mais pessoas vai se criando uma onda que vai mudando as mentes subsequentes e com este efeito mudaremos a mente coletiva que vai projetar mudanças positivas no comportamento coletivo e isso melhora o mundo, não é maravilhoso?

Leia Também:

Propósito de vida! Qual é o seu?
Quando Me Amei de Verdade.
A Vida é Breve! Vamos Fazer Valer a Pena?

 

Deixe Seu Comentário

comente

maria384_wp

Passamos a vida a fazer coisas que não queremos por muitos motivos, meu propósito é ajudar a descobrir a sua missão e a direciona-lo de forma segura nesta transição de carreira e de vida, pois a partir do momento que mudamos o que fazemos a vida muda, garantir que o resultado desta mudança seja desejável é o que me motiva.

O que você achou deste conteúdo?